sábado, 18 maio 2024
- Publicidade - spot_img
HomeBrasíliaAgora é Lei: Catadores passam a ter prioridade na coleta de resíduos...

Agora é Lei: Catadores passam a ter prioridade na coleta de resíduos sólidos no DF

Date:

Related stories

DF: Ibaneis e autoridades participam de Festa do Divino Espírito Santo

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), participou...

Construção irregular derrubada pela DF Legal tinha até escritura falsa

A Secretaria DF Legal desarticulou, nessa sexta-feira (17/5), mais...

Vídeo: homem se muda e deixa cães para morrer em casa abandonada no DF

Equipes da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra os...

DF: ⁠briga entre moradores e condomínio irregular vira caso de Justiça

A ocupação de uma área pública de propriedade da...

Brutal: chefe de facção explodia rivais com dinamite e mina terrestre

Dono de uma trajetória tão emblemática quanto violenta, um...
spot_img

As associações e cooperativas de catadores de materiais recicláveis agora têm prioridade na coleta de resíduos sólidos nos condomínios horizontais do Distrito Federal. A prerrogativa foi estabelecida pela Lei 6.907/2021, publicada nesta segunda-feira (19/7) no Diário Oficial do DF. Para o autor da proposição, deputado João Cardoso (Avante), a nova lei irá favorecer a inclusão social, com geração de renda para famílias em situação de vulnerabilidade.

Ainda segundo o distrital, a iniciativa atende reivindicações dos representantes da categoria e dos condomínios. “A coleta seletiva inclusiva compreende a coleta dos resíduos que são destinados a uma área de triagem, onde os catadores selecionam os materiais com potencial de reciclagem para serem comercializados, gerando, assim, renda para famílias carentes e preservação do meio ambiente”, explicou.

Em conformidade com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, a proposta alterou a lei 6.615/2020, que trata da coleta de resíduos sólidos nos condomínios horizontais pelo Serviço de Limpeza Urbana. O projeto de lei foi protocolado na Câmara Legislativa na Semana do Meio Ambiente, quando João Cardoso, que é servidor do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), discursou em plenário sobre a importância desses profissionais na preservação da biodiversidade.

*Com informação da assessoria da Agência CLDF

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here