terça-feira, 25 junho 2024
- Publicidade -
HomeDestaque‘Brasil não podia mais conviver com o atraso’, diz Pacheco sobre aprovação...

‘Brasil não podia mais conviver com o atraso’, diz Pacheco sobre aprovação da reforma tributária

Date:

Related stories

Tendas de acolhimento foram responsáveis por mais de 54 mil atendimentos

Nos próximos dias, estruturas localizadas na Asa Norte, Varjão...

Homem é preso após agredir e esganar companheira em Formosa. Vídeo

Policiais civis da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher...

Pé de coelho: polícia prende grupo por golpe de R$ 100 mil em lotérica

As polícias civis de Goiás e do Pará deflagraram,...

Ônibus escolar pega fogo em garagem na Cidade do Automóvel. Vídeo

Um ônibus de transporte escolar pegou fogo em uma...

MP e CLDF apuram expulsões de autistas no Colégio Militar Tiradentes

Após famílias denunciarem a exclusão de estudantes neurodivergentes do...
spot_img

No entendimento do presidente do Senado Federal, a reforma ‘se impôs’ porque ‘não era mais possível adiá-la’

O presidente do Senado FederalRodrigo Pacheco (PSD-MG), comemorou a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma tributária em dois turnos na Casa, nesta quarta-feira, 8. No entendimento do senador, a reforma “se impôs” porque não era mais possível adiá-la. “A reforma hoje aprovada por esse Plenário se impôs porque não havia mais como adiá-la. A reforma se impôs porque o Brasil não podia mais conviver com o atraso”, declarou. “O amadurecimento do debate foi fundamental para que a população, as empresas, os entes federados e os agentes públicos pudessem entender a necessidade da reforma”, acrescentou. Pacheco ainda agradeceu a Câmara dos Deputados e exaltou o Senado. “O Senado Federal se dedicou incansavelmente para dar a sua contribuição nessa reforma aguardada há mais de trinta anos”, finalizou.

JP NEWS.

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here