terça-feira, 25 junho 2024
- Publicidade -
HomeBrasíliaMPDFT investiga elo entre policial do DF e helicóptero com 300 kg...

MPDFT investiga elo entre policial do DF e helicóptero com 300 kg de cocaína

Date:

Related stories

Homem é preso após agredir e esganar companheira em Formosa. Vídeo

Policiais civis da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher...

Pé de coelho: polícia prende grupo por golpe de R$ 100 mil em lotérica

As polícias civis de Goiás e do Pará deflagraram,...

Ônibus escolar pega fogo em garagem na Cidade do Automóvel. Vídeo

Um ônibus de transporte escolar pegou fogo em uma...

MP e CLDF apuram expulsões de autistas no Colégio Militar Tiradentes

Após famílias denunciarem a exclusão de estudantes neurodivergentes do...

Denúncia sobre sumiço de rim: corpo de idosa será exumado nesta terça

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT) determinou...
spot_img

O Ministério Público (MPDFT) abriu, na terça-feira (3), uma investigação para apurar o caso do helicóptero que caiu em Poconé-MT no domingo (1º) com cerca de 300 kg de cocaína. A aeronave está no nome do papiloscopista Ronney José Barbosa, da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

O MPDFT quer saber se Ronney tem ligação com a droga encontrada. O helicóptero foi encontrado pela Polícia Federal, que apura suposta situação de tráfico internacional de drogas. O policial chegou a afirmar ao site G1 que havia vendido a aeronave, mas ela ainda está registrado no nome dele, de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Há ainda conflito com as datas de compra e venda.

A droga, que pesou 278,5 kg, avaliada em quase R$ 7 milhões, estava acondicionada em malotes que ficaram espalhados ao redor do aparelho acidentado. Na queda, o helicóptero tombou. Agentes da PF, com apoio da Polícia Militar do Mato Grosso, vasculharam um raio de 10 km e não encontraram o piloto do helicóptero ou outros suspeitos do tráfico. Também não foram achados vestígios de pessoas feridas.

O aparelho, com capacidade para quatro pessoas, incluindo o piloto, é avaliado em R$ 425 mil.

Fonte: Jornal de Brasília.

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here