De acordo com João Pedro Paro, CEO da Mastercard, graças a tecnologia digital, hoje há diferentes formas de acesso ao dinheiro, e com isso realizar transações ficou mais fácil “o que era muito mais difícil no passado, melhorou para nós como empresa da indústria do pagamento e como consumidores também”.

Pedro Paro foi um dos convidados a palestrar na 12ª edição do CEO Fórum, promovido pela Câmara Americana de Comércio (Amcham Brasília) na última quarta-feira, 26/6. O evento que faz parte das comemorações do centenário da instituição aconteceu no teatro do Royal Tulip, durante a manhã e teve como tema “Inovação e Legado”. Também estiveram presentes Fábio Bindes, CEO e fundador do Sushiloko e Paula Paschoal, CEO da Paypal, além de Hélio Magalhães, ex-presidente e atual membro do Conselho da Amcham Brasil.

Painéis

Dividido em quatro painéis: Infância, Juventude, Maturidade e Centenário o encontro debateu a importância da inovação no ambiente empresarial, ressaltando a relevância do legado construído, durante anos, por empresas já consolidadas no mercado.

Durante o painel infância, Fábio Bindes compartilhou a trajetória de crescimento e desafios da rede Sushiloko, apontando o papel da tecnologia digital na comunicação e alcance do público. “A gestão do marketing foi o fator chave de mudança para o nosso negócio. Hoje estamos em um oceano azul quando o assunto é Marketing Digital no Brasil, porque poucas pessoas investem e menos ainda investem da maneira correta”, ponderou.

No Painel juventude, Paula Paschoal apontou a diversidade e inclusão como características fundamentais na composição dos valores de uma empresa. “A diversidade no Brasil é um fato. Temos 54% da população composta por negros, 53% da população composta por mulheres. A inclusão é uma escolha e nós escolhemos ser uma empresa que inclui as pessoas”, destacou.

Segundo Pedro Paro, que apresentou o painel Maturidade, a evolução da tecnologia digital está em evidência. “Em 2001, no começo do sec. XXI, entre as cinco maiores empresas que existiam no mundo, quatro eram tradicionais, ou seja, empresas de comódites e empresas industriais, por exemplo. Apenas uma delas era de tecnologia. Hoje, as cinco maiores empresas são de tecnologia. Isso significa alguma coisa”, ressaltou.

Para encerrar as apresentações dos painéis, Hélio Magalhães falou sobre o centenário da Amcham Brasil, além de compartilhar experiências sobre os desafios e dilemas enfrentados por empresas tradicionais. “Fico muito feliz de estar hoje aqui comemorando os 100 anos da Amcham. Essa é uma organização que está se transformando, mas para muitas empresas essa mudança não é simples.  Uma empresa vive muito tempo porque teve um passado de sucesso”, destacou.

Com mais de uma década de tradição em Brasília, todos os anos o CEO Fórum traz questões atuais e relevantes para o cenário empresarial local e nacional. Na edição de 2019 o encontro contou com um público de cerca de 400 pessoas, entre empresários, executivos e gestores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui