A sonda Perseverance atingiu um novo marco na exploração espacial. Pela primeira vez, o solo de Marte – onde  a Perseverance busca sinais de vida – foi perfurado em busca de fósseis e rochas que ajudem a compreender a história do planeta vermelho.

Após meses de preparação para o processo, que envolveu mais de 90 engenheiros e cientistas da agência aeroespacial norte-americana Nasa, o envio de dados causou “uma montanha russa de emoções”, informou a nota de atualização da missão espacial.

Inicialmente, o primeiro relatório da sonda robótica informou que a perfuração, coleta e armazenamento das amostras rochosas haviam sido bem sucedidos. Como os relatórios enviados via rádio demoram horas para chegar aos computadores do controle da missão Perseverance, os pesquisadores ficaram ansiosos para receber todas as atualizações da complexa operação de análise geológica à distância.

Fonte : Correio Braziliense.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui