segunda-feira, 20 maio 2024
- Publicidade - spot_img
HomeBrasilRecuperado do coronavírus, ministro Augusto Heleno retorna ao Planalto

Recuperado do coronavírus, ministro Augusto Heleno retorna ao Planalto

Date:

Related stories

“Não merecíamos isso”, dizem pais de bebê morto à espera de ambulância

Preces e protestos de familiares e amigos marcaram a...

Vídeo: motorista perde controle, sobe em calçada e atropela pedestre

Câmeras de segurança flagraram o momento em que um...

Pit-bull sem focinheira morde adolescente de 17 anos e mata shih tzu

Um pit-bull atacou uma cadela e sua tutora, de...

DF: menina morre, aos 8 anos, após passar por várias unidades de saúde

A Secretaria de Saúde (SES-DF) confirmou a terceira morte...

Picanha na cueca: açougueiro é preso com carne escondida. Vídeo

Um açougueiro foi preso após furtar três peças de...
spot_img

Recuperado da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, o ministro-general Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) retornou ao trabalho nesta 4ª feira (25.mar.2020). Ele já está no Palácio do Planalto, sede do Poder Executivo.

Heleno estava afastado desde a viagem oficial aos Estados Unidos nos dias 7 a 10 de março. Ao voltar para o Brasil, fez o teste para a covid-19 e deu positivo. Desde então manteve-se em isolamento domiciliar.

De acordo com relatos de interlocutores, o general ficou bem disposto durante o período de reclusão. O próprio presidente Jair Bolsonaro chegou a dizer numa entrevista que conversou com o ministro, que teria relatado ter feito 50 minutos de bicicleta em casa.

Diversos integrantes da comitiva presidencial que viajou aos EUA contraiu a doença. O 1º a ser oficialmente diagnosticado foi o secretário especial de Comunicação Social, Fabio Wajngarten, que ainda não anunciou seu retorno ao trabalho.

O próprio presidente Jair Bolsonaro chegou a fazer 2 testes para ver se tinha sido contaminado. De acordo com ele, ambos deram resultado negativo para covid-19. Os exames não foram divulgados.

O HFA (Hospital das Forças Armadas), que fez o teste de Bolsonaro, omitiu 2 resultados de exames do governo do Distrito Federal, segundo reportagem publicada nesta 3ª feira (24.mar). Ao todo, 17 pessoas foram diagnosticadas pela instituição, sendo que apenas 15 tiveram nome informado.

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here