sexta-feira, 19 julho 2024
- Publicidade -
HomePolíticaSTF quer liquidar Lava Jato em outubro

STF quer liquidar Lava Jato em outubro

Date:

Related stories

Conselho vota indicação de faixa de pedestre a Patrimônio Cultural Imaterial

Decisão sobre reconhecimento será tomada nesta sexta (19), às...

Sancionada Lei que cria os Conselhos de Juventude do DF

A Lei 7.529/2024, sancionada pelo GDF, foi apresentada pela...

Israel aprova resolução contra criação de Estado palestino

Texto obteve 68 votos a favor, em um Parlamento...

Haddad antecipa anúncio e diz que governo vai congelar R$ 15 bi em despesas

“São R$ 3,8 bilhões de contingenciamento e R$ 11,2...
spot_img

Lava Jato, Folha de S. Verdevaldo diz que vai acabar em outubro.

Já haveria maioria no STF para anular o processo de Lula e para proibir a prisão de criminosos condenados em segundo grau.

A data foi escolhida por Dias Toffoli.

“O presidente do Supremo indicou aos colegas estar disposto a levar ao plenário no próximo mês as ações que questionam a constitucionalidade das prisões após condenação em segunda instância — uma das principais bandeiras da Lava Jato — e a discussão que anulou a sentença imposta por Moro a Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil.

Segundo esses magistrados, a provável inclusão dos temas na pauta do plenário sinaliza que, hoje, já haveria maioria a favor das teses contrárias à Lava Jato.”

Isso faz parte do pacto assinado com Jair Bolsonaro?

Augusto Aras vai de gabinete em gabinete detonando a Lava Jato.

No encontro com o PT, segundo o Estadão, o futuro PGR reprovou a conduta “punitivista” do MPF.

No encontro com Otto Alencar, ele foi ainda mais longe:

“Ele disse que a Lava Jato teve um ponto em que extrapolou o limite da lei e cometeu excessos, sem citar nomes.”

Os ministros lulistas do STF contam com o voto de Celso de Mello para anular o processo do chefe da ORCRIM.

Diz a Folha de S. Paulo:

“É nesse ambiente de desgaste de Sergio Moro que Gilmar Mendes pretende retomar, em outubro, o julgamento da alegada suspeição do ex-juiz — até lá, a avaliação no Supremo é a de que estará consolidada uma derrota de Moro na Segunda Turma da corte (…).

De acordo com relatos de magistrados nos bastidores, o decano Celso de Mello passou a dar sinais de incômodo com o conteúdo das mensagens reveladas.”

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here