sexta-feira, 19 julho 2024
- Publicidade -
HomeBrasíliaUnB quer vender lotes na última quadra vazia da Asa Norte

UnB quer vender lotes na última quadra vazia da Asa Norte

Date:

Related stories

Conselho vota indicação de faixa de pedestre a Patrimônio Cultural Imaterial

Decisão sobre reconhecimento será tomada nesta sexta (19), às...

Sancionada Lei que cria os Conselhos de Juventude do DF

A Lei 7.529/2024, sancionada pelo GDF, foi apresentada pela...

Israel aprova resolução contra criação de Estado palestino

Texto obteve 68 votos a favor, em um Parlamento...

Haddad antecipa anúncio e diz que governo vai congelar R$ 15 bi em despesas

“São R$ 3,8 bilhões de contingenciamento e R$ 11,2...
spot_img

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social está elaborando um projeto para alienação de imóveis da Universidade de Brasília (UnB). O contrato, firmado entre o BNDES e a universidade em 2023, visa elaborar propostas para vender 12 terrenos na 207 da Asa Norte — a última quadra vazia da região — e um lote no Setor Hoteleiro Norte.

Atualmente, o banco ainda elabora o projeto, que é a segunda etapa do acordo firmado com a UnB. A primeira consiste na avaliação do terreno. Na terceira, será feita a execução do Plano de Alienação, que é a de publicar editais de acordo com os critérios definidos previamente.

A UnB não fará desembolsos para o BNDES. Quando os editais forem publicados, os interessados que oferecerem o maior valor em permuta para a UnB sairão vencedoras.

Quando assinou o contrato, a reitora da UnB, Marcia Abrahão, afirmou que a construção dos imóveis será avaliada com cuidado. “Precisamos garantir para a nossa comunidade a preservação do nosso patrimônio e do nosso futuro”, reafirmou, destacando que, quando chegar a hora da construção dos imóveis, a sustentabilidade ambiental deverá ser garantida, como previsto no contrato.

Contrato com o banco

A contratação do BNDES foi formalizada por meio do Extrato de Dispensa de Licitação seguida de assinatura do contrato, diante da possibilidade de contratação direta de entidades que integram a administração pública.

De acordo com o banco, os imóveis são formados por um terreno de 17,4 mil m², no Setor Hoteleiro Norte, e 12 lotes na Super Quadra 207, Asa Norte, com extensão total de 9 mil m². “Os imóveis se situam em áreas valorizadas do Plano Piloto em que há poucos terrenos disponíveis para construção”, avalia o banco.

O BNDES frisou que os estudos do projeto buscarão adequar o uso dos terrenos ao contexto urbanístico da capital federal.

Metrópoles

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here