sábado, 18 maio 2024
- Publicidade - spot_img
HomeDestaqueAstraZeneca anuncia avanços no tratamento eficaz contra covid-19

AstraZeneca anuncia avanços no tratamento eficaz contra covid-19

Date:

Related stories

DF: Ibaneis e autoridades participam de Festa do Divino Espírito Santo

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), participou...

Construção irregular derrubada pela DF Legal tinha até escritura falsa

A Secretaria DF Legal desarticulou, nessa sexta-feira (17/5), mais...

Vídeo: homem se muda e deixa cães para morrer em casa abandonada no DF

Equipes da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra os...

DF: ⁠briga entre moradores e condomínio irregular vira caso de Justiça

A ocupação de uma área pública de propriedade da...

Brutal: chefe de facção explodia rivais com dinamite e mina terrestre

Dono de uma trajetória tão emblemática quanto violenta, um...
spot_img

O grupo farmacêutico anglo-sueco AstraZeneca anunciou nesta sexta-feira (20) resultados promissores de um tratamento anticovid-19 que permite de maneira significativa o risco de desenvolver uma forma sintomática da doença em pacientes com condições frágeis.

Este tratamento com anticorpos (AZD7442) não havia se mostrado eficaz em pessoas já expostas ao vírus. Mas, ao administrá-lo em um paciente antes do contato com o vírus, os resultados apareceram, explica a AstraZeneca em um comunicado.

Neste caso, reduz-se em 77% o risco de desenvolver um forma sintomática, conforme os dados da fase 3, a qual corresponde a testes clínicos em grande escala projetados para medir sua segurança e eficácia. A AstraZeneca indica, inclusive, que não houve casos graves de covid-19, ou morte.

Destes ensaios, realizados na Espanha, na França, na Bélgica, no Reino Unido e nos Estados Unidos, participaram 5.197 pessoas. Deste universo, 75% apresentavam comorbidades. O tratamento foi administrado por via intramuscular.

“Com esses resultados tremendos, o AZD7442 pode ser uma ferramenta importante no nosso arsenal para ajudar as pessoas que possam precisar de mais do que uma vacina para recuperar uma vida normal”, afirmou Myron Levin, professor da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, responsável pelos testes.

Fonte : R7.

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here