sexta-feira, 19 julho 2024
- Publicidade -
HomeBrasilCuidados com o Coração no Frio: Recomendações do Dr. Rodrigo Penha

Cuidados com o Coração no Frio: Recomendações do Dr. Rodrigo Penha

Date:

Related stories

Conselho vota indicação de faixa de pedestre a Patrimônio Cultural Imaterial

Decisão sobre reconhecimento será tomada nesta sexta (19), às...

Sancionada Lei que cria os Conselhos de Juventude do DF

A Lei 7.529/2024, sancionada pelo GDF, foi apresentada pela...

Israel aprova resolução contra criação de Estado palestino

Texto obteve 68 votos a favor, em um Parlamento...

Haddad antecipa anúncio e diz que governo vai congelar R$ 15 bi em despesas

“São R$ 3,8 bilhões de contingenciamento e R$ 11,2...
spot_img

Como Proteger seu Coração no Inverno: Dicas do Cardiologista de Uberlândia para Prevenir Infartos e AVCs

Com a chegada do frio, é essencial redobrar os cuidados com o coração. O cardiologista e médico intensivista Dr. Rodrigo Penha esclarece os sinais de alerta e dá dicas valiosas para prevenir problemas cardíacos durante esta estação.

Com a queda das temperaturas, o risco de infartos miocárdicos aumenta em 30%. O Dr. Rodrigo Penha, cardiologista de Uberlândia, alerta para a importância de reconhecer os sinais de um infarto, como dor acima do umbigo, aperto na garganta, dor irradiada para o braço ou queixo. Contudo, mais do que reconhecer os sintomas, é fundamental adotar medidas preventivas para proteger o coração durante o inverno.

Entenda os Riscos e Tome Precauções

A exposição ao frio faz com que os vasos sanguíneos na periferia do corpo se contraiam para conservar calor, resultando no aumento da pressão arterial e da frequência cardíaca, o que pode sobrecarregar o coração. Para minimizar esses riscos, o Dr. Penha recomenda:

  1. Evitar Exposição Excessiva ao Frio: Limite a exposição a temperaturas abaixo de 12 graus celsius. Evite atividades físicas intensas ao ar livre em dias muito frios para reduzir o esforço do coração.
  2. Vestir-se Adequadamente: Utilize roupas quentes, especialmente nas extremidades do corpo. Luvas, meias e blusas adequadas ajudam a manter a temperatura corporal e a reduzir a carga sobre o coração.
  3. Moderar o Consumo de Álcool: O álcool em excesso faz o coração trabalhar mais, aumentando o risco de complicações cardíacas.
  4. Alimentação Saudável: Evite alimentos gordurosos que dificultam a digestão e contribuem para a formação de placas de gordura nas artérias.
  5. Controlar o Estresse: Mantenha-se calmo e gerencie o estresse, pois ele pode agravar problemas cardíacos.

Monitoramento e Manutenção da Saúde Cardíaca

Para manter a saúde do coração em dia, é essencial monitorar a pressão arterial regularmente o Dr. Penha sugere aferir a pressão três vezes ao dia: pela manhã, tarde e noite. “Se os valores estiverem acima de 14, procure seu médico imediatamente”, orienta.

Além disso, é importante realizar exames de sangue a cada seis meses, especialmente para quem tem mais de 40 anos. “Conheça seus níveis de LDL colesterol e glicose, use os medicamentos prescritos corretamente e mantenha o peso adequado com uma rotina de atividade física diária,” enfatiza o cardiologista.

 Prevenção é a Melhor Estratégia

“Investir tempo na sua saúde agora é essencial para evitar problemas mais sérios no futuro,” aconselha o Dr. Penha. Ele reforça a importância de não interromper a medicação sem orientação médica e de buscar um cardiologista ao menor sinal de problema.

Com essas orientações, o Dr. Rodrigo Penha espera que a população de Uberlândia passe pelo inverno com mais saúde e segurança. “Proteja-se, evite doenças do coração e o AVC. Na dúvida, procure um bom cardiologista,” conclui.

O frio chegou. Cuide do seu coração e mantenha-se aquecido!

Por Pollyana Cabral Porto

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here