quinta-feira, 18 julho 2024
- Publicidade -
HomeBrasilOrganizadores do 7 de Setembro tiveram reuniões no Palácio do Planalto

Organizadores do 7 de Setembro tiveram reuniões no Palácio do Planalto

Date:

Related stories

Sancionada Lei que cria os Conselhos de Juventude do DF

A Lei 7.529/2024, sancionada pelo GDF, foi apresentada pela...

Israel aprova resolução contra criação de Estado palestino

Texto obteve 68 votos a favor, em um Parlamento...

Haddad antecipa anúncio e diz que governo vai congelar R$ 15 bi em despesas

“São R$ 3,8 bilhões de contingenciamento e R$ 11,2...
spot_img

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) investigados por organizar as manifestações de 7 de Setembro tiveram duas reuniões no Palácio do Planalto. Os encontros aconteceram na semana anterior à operação que teve como alvo o cantor Sérgio Reis e o deputado bolsonarista Otoni de Paula (PSC-RJ).

De acordo com informações do Uol, as reuniões aconteceram na Secretaria Especial de Articulação Social, subordinada à Secretaria de Governo, hoje comandada pela ministra Flávia Arruda (PL-DF). Os dois encontros foram registrados na agenda oficial da secretária de Articulação Social, Gabriele Araújo, em 10 e 11 de agosto.

A Procuradoria-Geral da República investiga se o governo teve envolvimento no planejamento dos atos antidemocráticos de 7 de Setembro. Nas convocações para as manifestações, bolsonaristas pedem o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Congresso.

No dia 10 de agosto, consta na agenda oficial uma reunião com a pauta Movimento Brasil Verde e Amarelo. O grupo é formado por sindicatos e associações rurais e havia convocado, em maio deste ano, manifestação em apoio ao presidente em Brasília.

Antonio Galvan, presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), era um dos presentes na reunião. A esposa de Galvan, Paula Boaventura, e o diretor-executivo da Aprosoja, Gabrício Rosa, também participaram do encontro.
Galvan foi um dos focos da operação de busca e apreensão, na semana seguinte, e chegou de trator e com uma bandeira nacional hasteada, para depor à PF em Sinop (MT).

Em nota, a Segov confirmou que o evento aconteceu e afirmou que “é obrigação da Secretaria Especial de Articulação Social receber todas as organizações da sociedade civil que solicitam atendimento”. Segundo o órgão, os temas tratados no encontro foram “pautas de interesse dos solicitantes”.

Já Galvan disse que se tratou de “uma visita de cortesia” à secretária Gabriele Araújo. “A gente já conhecia, [a gente] falou que ia passar uma hora para bater um papo com ela”, alegou.

Fonte: Metrópoles.

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here