sexta-feira, 19 julho 2024
- Publicidade -
HomeBrasíliaAutor de feminicídio quebrou janela para invadir casa da vítima no DF

Autor de feminicídio quebrou janela para invadir casa da vítima no DF

Date:

Related stories

Conselho vota indicação de faixa de pedestre a Patrimônio Cultural Imaterial

Decisão sobre reconhecimento será tomada nesta sexta (19), às...

Sancionada Lei que cria os Conselhos de Juventude do DF

A Lei 7.529/2024, sancionada pelo GDF, foi apresentada pela...

Israel aprova resolução contra criação de Estado palestino

Texto obteve 68 votos a favor, em um Parlamento...

Haddad antecipa anúncio e diz que governo vai congelar R$ 15 bi em despesas

“São R$ 3,8 bilhões de contingenciamento e R$ 11,2...
spot_img

Durante depoimento à Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), Maiqui Pedro dos Santos, de 33 anos, confessou que matou Simone Santos Ribeiro, de 42 anos, com golpes de faca na noite dessa segunda-feira (13/5).  Segundo as investigações, o autor do feminicídio escalou o muro de uma escola próxima e quebrou uma janela para entrar na casa da mulher.

Já dentro da casa da vítima, o homem teria discutido com a companheira e a esfaqueado. A mulher foi morta na frente da filha do casal, de apenas 1 ano. A arma ficou na casa, localizada na quadra 378 do Itapoã, e vai passar por perícia.

Maiqui fugiu do local com a filha. Em seguida, deixou a menina na casa de outro familiar. Ele acabou preso pela PCDF na tarde desta terça (14/5), em uma área rural no município de Unaí, em Minas Gerais.


0

De acordo com a delegada-chefe da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), Iris Helena Rosa, o feminicídio aconteceu após um desentendimento por conta de uma suspeita de traição. A vítima negava e eles terminaram a relação nos últimos dias.

“Ele tinha a clara pretensão de fuga, uma vez que ele foi encontrado em uma região de difícil acesso”, conta a delegada. Segundo Iris Helena, o homem possivelmente teve ajuda para fugir. “A gente não pode afirmar categoricamente quem foram as pessoas que o ajudaram, mas, diante das circunstâncias e da rapidez que ele conseguiu se evadir do local do crime, sim, teve ajuda”.

A coluna Na Mira, do Metrópoles, apurou que Maiqui tem antecedentes criminais por violência doméstica contra outra mulher, cometida em 2021, e por embriaguez ao volante, após se flagrado em 2020.

A criança foi resgatada em bom estado de saúde, no Varjão, na casa do irmão de Maiqui, e está sob os cuidados dos avós paternos. O suspeito foi conduzido à delegacia, onde acabou autuado em flagrante. O velório da vítima está marcado para as 13h30 desta quarta-feira (15/5) no cemitério de Planaltina.

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here