sexta-feira, 19 julho 2024
- Publicidade -
HomeDestaqueGDF prepara novo edital para contratação de serviços de terapia intensiva

GDF prepara novo edital para contratação de serviços de terapia intensiva

Date:

Related stories

Conselho vota indicação de faixa de pedestre a Patrimônio Cultural Imaterial

Decisão sobre reconhecimento será tomada nesta sexta (19), às...

Sancionada Lei que cria os Conselhos de Juventude do DF

A Lei 7.529/2024, sancionada pelo GDF, foi apresentada pela...

Israel aprova resolução contra criação de Estado palestino

Texto obteve 68 votos a favor, em um Parlamento...

Haddad antecipa anúncio e diz que governo vai congelar R$ 15 bi em despesas

“São R$ 3,8 bilhões de contingenciamento e R$ 11,2...
spot_img

Atualizações devem desafogar as urgências e refletir a realidade atual da população que necessita de UTIs

Um novo edital de credenciamento para a contratação de serviços de terapia intensiva adulto, pediátrica e neonatal, em caráter complementar, está em elaboração. Os contratos vigentes entre a Secretaria de Saúde (SES-DF) e os hospitais privados estão regidos por edital realizado em 2009.

Devido a mudanças administrativas, populacionais, normativas e técnicas, o edital necessita de atualização. O objetivo é adequar a convocação das empresas à atual realidade da capital federal.

Credenciamento traz maior eficiência ao Sistema Único de Saúde (SUS), pois possibilita melhor distribuição de paciente e giro rápido de leitos da rede | Foto: Bremo Esaki/ Agência Saúde-DF

O credenciamento das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) traz, segundo a coordenadora substituta de Atenção Especializada à Saúde, Julliana Macêdo, maior eficiência ao Sistema Único de Saúde (SUS). “O processo possibilita a melhor distribuição de pacientes, conforme a necessidade, evitando a sobrecarga de determinados hospitais, mas garantindo a cobertura assistencial eficaz”, diz.

O aumento populacional torna os leitos na rede pública insuficientes para atender toda a demanda. Dessa maneira, o trabalho em conjunto à rede complementar desafoga portas de urgências e emergências, pois permite que pacientes críticos sejam transferidos com mais agilidade a outras unidades de saúde.

“A contratação, portanto, é um passo crucial para fortalecer o sistema de saúde pública, garantindo que ele esteja preparado para atender, de forma complementar, as necessidades da população de forma eficiente e equitativa”, destaca Julliana Macêdo.

Após a elaboração do novo edital, o próximo passo é a publicação do documento, com a habilitação e a formalização de novos contratos.

*Com informações da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF)

 

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here