sábado, 15 junho 2024
- Publicidade - spot_img
HomeSaúdeQual a justificativa de Joinville (SC) para aplicar vacina nos glúteos

Qual a justificativa de Joinville (SC) para aplicar vacina nos glúteos

Date:

Related stories

Rechaud explode em restaurante e jovem fica com 54% do corpo queimado

Um incêndio no restaurante Sunugal Bistrô, na 406 Norte,...

Suspeito de feminicídio já foi preso por homicídio e crimes sexuais

Wederson Aparecido Ananias de Moura, 36 anos, é considerado...

Em polêmica dos hospitais, CLDF publica nota contra CFM: “Intimidação”

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) emitiu nota...

Vítima de feminicídio morreu esfaqueada na frente do filho, de 4 anos

Oitava vítima de feminicídio no Distrito Federal em 2024,...

Feminicídio: saiba quem é a mulher morta a facadas na frente do filho

Mãe de três filhos, Jainia Delfina de Assis, 42...
spot_img

A aplicação das vacinas contra covid-19 em um local do corpo pouco comum fez com que a campanha de imunização na cidade de Joinville (SC) virasse assunto nas redes sociais nos últimos dias.

Muitas pessoas se perguntavam por que os imunizantes não estavam sendo aplicados na parte superior do braço, como tradicionalmente é feito.

O R7 entrou em contato com a Prefeitura de Joinville, que informou que há embasamento técnico para a aplicação na região ventroglútea e que isso já é feito em outras campanhas de imunização.

A nota enviada cita um documento intitulado “Orientações Quanto à Aplicação de Vacina Intramuscular”, da Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações.

“O documento destaca que a região ventroglutea, que fica na região acima do quadril, é uma das melhores opções quanto à via de administração”, diz a nota, ao citar um trecho de que a área “oferece a melhor espessura de músculo, é livre de nervos e vasos sanguíneos, com uma camada mais estreita de gordura, além de apresentar redução de dor durante a aplicação”

Todavia, o mesmo documento salienta que a “região ventroglutea é uma das melhores opções quanto à via de administração alternativa”, sendo o músculo deltoide, do braço, o principal local.

A conselheira titular do Coren-SP (Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo) Vanessa Morrone Maldonado reforça que o local de aplicação usado em Joinville é uma via alternativa, mas não a principal.

“A gente sempre indica a vacinação no músculo deltoide porque é mais rápido, é mais fácil, todo profissional tem habilidade na execução do procedimento. Pode ser realizada no vasto lateral da coxa ou região ventroglútea por profissional capacitado caso haja algum impedimento ou uma especificidade na região preconizada.”

Ela cita como exemplos pessoas que fazem tratamento oncológico, com cirurgias recentes, fraturas, entre outras razões que poderiam impedir a aplicação da vacina no braço.

Além disso, existe uma questão de agilidade e praticidade na aplicação no braço. A vacina aplicada na região ventroglútea inviabilizaria, por exemplo, os drive-thru .

O efeito da vacina, seja no braço, na coxa ou na região ventroglútea é o mesmo, acrescenta Vanessa. Todos esses músculos têm células capazes de absorver o imunizante.

Fonte : R7.

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here