sábado, 13 julho 2024
- Publicidade -
HomeDFAeroporto de Brasília testa embarque com reconhecimento facial

Aeroporto de Brasília testa embarque com reconhecimento facial

Date:

Related stories

Terracap reduz pela metade taxa de juros para compra de imóveis

Medida vale para unidades adquiridas por meio de licitação...

Saúde promove treinamento em neuropatia diabética e complicações nos pés

Capacitação visa manter a educação continuada dos profissionais da...

PEC da Anistia para partidos políticos é aprovada em primeiro turno na Câmara

Proposta de Emenda à Constituição isenta partidos de multas...
spot_img

Na manhã desta quinta-feira (12/8), o Aeroporto Internacional de Brasília tornou-se o primeiro da Região Centro-Oeste e o sexto do país a testar o Embarque + Seguro, programa do governo federal de embarque aéreo por meio de reconhecimento biométrico facial.

O objetivo do programa é tornar mais eficiente, ágil e seguro o processo de embarque nos aeroportos.

A solução foi idealizada pelo Ministério da Infraestrutura e desenvolvida pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), empresa de tecnologia do governo federal, em parceria com a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia.

No local, o teste ocorre em três etapas: no check-in, onde os passageiros convidados pelas empresas aéreas Latam e Gol terão os dados validados com as bases governamentais; no saguão de desembarque, próximo às escadas rolantes, onde foi apresentado um balanço sobre o projeto-piloto nos outros aeroportos; e nos portões 27, 28, 29 e 30, onde ocorre o reconhecimento facial dos passageiros.

O secretário-executivo do MInfra, Marcelo Sampaio, o secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, o secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Caio Paes de Andrade, o presidente do Serpro, Gileno Barreto, e o presidente da Inframerica, Jorge Arruda, acompanharam os primeiros momentos de testes do Embarque + Seguro.

Para realizar os testes, o Serpro desenvolveu um aplicativo que permite o cadastramento da foto do passageiro, ficando vinculada ao CPF. A verificação da identificação biométrica é feita por checagem no banco de dados na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que tem cerca de 56 milhões de registros ativos.

O presidente do Serpro, Gileno Barreto, explicou que, com o programa, os passageiros poderão acessar as salas de embarque sem qualquer interferência humana. “O nível de segurança é considerado elevadíssimo e no padrão internacional de segurança biométrica”, assegurou.

O secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, informou que, na fase de testes, foram processados mais de 150 voos e mais de 2,6 mil passageiros que tiveram a experiência de embarcar com o reconhecimento facial.

Segurança

O Embarque + Seguro, além de comprovar a identidade de quem está embarcando, garantindo mais segurança aos passageiros, vai reduzir o tempo de espera em filas. O viajante também poderá ter uma experiência de viagem personalizada, sendo avisado sobre quanto tempo falta para a saída do vôo e, ainda, qual a rota mais rápida para chegar até o portão de embarque, por exemplo.

O programa foi testado em cinco aeroportos: Florianópolis (SC), Salvador (BA), Santos Dumont (RJ), Belo Horizonte (Confins) e Congonhas (SP).

“Os testes do Embarque + Seguro começaram em outubro do ano passado e serão encerrados no próximo mês de setembro. Em Congonhas, Santos Dumont e Confins, o programa permanece em execução e, em Salvador e Florianópolis, a tecnologia está sendo atualizada. Após esse período, vamos focar nas tratativas para a implantação definitiva nos principais aeroportos do país”, anuncia o secretário-executivo do MInfra, Marcelo Sampaio.

Fonte: Metrópoles.

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here