Vicente Pires: Confira como está o andamento das obras na região

0
505

Diversos pontos da cidade estão com obras em andamento. A Rua 4A chega à fase final de reformulação

A Rua 4A está em fase final de reformulação. Funcionários do GDF estão trabalhando em dois períodos em toda a via. A expectativa é que, no máximo em 60 dias, a estrutura esteja pronta para ser entregue à população. A rua é o acesso principal à cidade para quem chega pela EPTG e sofria com alagamentos no período de chuvas.

“Da Rua 4B até a esquina da Feira do Produtor, estamos na fase final de drenagem por meio de galerias. Entre o mercado Super Bom e a administração, já estamos na terraplenagem, para pavimentar em seguida. Muita gente vai se surpreender com o resultado”, diz o servidor da secretaria e fiscal da obra, Guilherme Pereira.

Marcio Maciel, dono de uma sorveteria no local, comenta a importância das obras. “Era triste saber que as pessoas deixavam de vir até aqui porque tinha poeira, buracos, voltavam com os carros sujos, falta de estacionamento. Agora vai melhorar muito o comércio por aqui. A obra é de qualidade”.

Investimentos

O projeto da 4A traz outra boa novidade: estacionamentos para facilitar o acesso ao comércio. Calçadas e meios-fios serão construídos e a rua terá sinalização renovada. Segundo o subsecretário de Acompanhamento e Fiscalização de Obras, Ricardo Terenzi, o GDF investe cerca de R$ 450 milhões em obras na região de Vicente Pires.

O GDF também prepara nova licitação para contratar uma empresa para execução de obras das vias dos lotes 5, 8, 9 e 10 que não puderam ser finalizadas nos termos dos atuais contratos. O investimento previsto é de R$ 45,6 milhões para a execução de 228.963,36 metros quadrados de pavimentação, 10.615,03 metros de drenagem e 69.576,82 metros quadrados de calçadas. A finalização da Rua 4A está prevista na licitação.

Obras

Confira a seguir como está o andamento das obras em Vicente Pires:

Rua 1 (Rua do Jóquei) – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.

Rua 3 – A empresa GW trabalha na execução dos últimos 350 metros de drenagem da via. Após a conclusão desse serviço será feito a pavimentação asfáltica. A iluminação da via foi totalmente refeita com a substituição de 115 luminárias convencionais por peças de LED, mais econômica.

Rua 3B – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de meios-fios concluídos. A construção das calçadas está em andamento, assim como as sinalizações vertical e horizontal da via.

Rua 3C – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de meios-fios concluídos. A construção das calçadas está em andamento, assim como as sinalizações vertical e horizontal da via.

Rua 4A – A empresa VP, responsável pelo trecho, concluiu os serviços de drenagem, pavimentação e instalação de meios-fios. No momento, a empresa Artec executa a construção das calçadas. A conclusão dos serviços está prevista para a primeira quinzena de setembro.

Rua 4B (Rua da Delegacia) – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.

Rua 4C (Rua da Faculdade Mauá) – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.

Rua 4D – Serviços de drenagem e pavimentação concluídos.

Rua do Sicoob – Serviços de drenagem e pavimentação concluídos.

Rua da Academia Corpo e Saúde – Serviços de drenagem e pavimentação concluídos.

Rua 5 – Os serviços de drenagem e pavimentação previstos em contrato estão concluídos. Parte dos serviços foram executados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF). O restante de obra está previsto na licitação.

Rua 6 – Os serviços de drenagem e pavimentação previstos em contrato estão concluídos. No momento, a Artec executa a construção de calçadas. A conclusão desse serviço está prevista para a segunda quinzena de agosto. O remanescente de obra também está previsto na licitação.

Rua 7 – A empresa JM, responsável por parte dos serviços, finalizou a pavimentação de 1,2 quilômetros da rua, no trecho localizado entre os entroncamentos com as ruas 4 e 8. No momento, a empresa trabalha na instalação dos meios-fios.

Rua 8 – Os serviços de drenagem e pavimentação previstos em contrato estão concluídos. O restante de obra está previsto na licitação.

Rua 10 – Os serviços de drenagem e pavimentação previstos em contrato estão concluídos. Parte dos trabalhos foi executada pelo DER/DF e pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). O restante de obra está previsto na licitação.

Rua 12 – Obras de drenagem e terraplanagem de 2,6 quilômetros dos 3,2 quilômetros da via em andamento. A previsão é de que esses serviços estejam concluídos em dezembro deste ano. O restante da obra está previsto na licitação.

Colônia Agrícola Samambaia – O contrato do Lote 2, que contempla a área, será licitado novamente. O projeto passa por readequação para execução de acordo com a realidade do local, uma vez que o projeto original é de 2008. Está em andamento a licitação para contratação de empresa responsável pela sondagem da região.

Lagoas de detenção – O projeto prevê a construção de 22 lagoas (14 já concluídas) e 85 dissipadores (40 já finalizados).

Ponte sobre o córrego Vicente Pires – No momento, o DER/DF executa a concretagem da fundação que dará sustentação ao elevado. Após a conclusão dessa etapa, o próximo passo será o erguimento da parede de concreto com os pilares, estrutura que dará suporte ao lançamento das 170 toneladas de vigas metálicas, seguida da aplicação do concreto e, por último, da implantação do aterro de encabeçamento da ponte. A obra de arte especial de 40 metros está orçada em aproximadamente R$ 3,1 milhões, com previsão de entrega à população em outubro deste ano.

Obra de Arte Especial 2 – No momento, a empresa VP trabalha na construção de ponte sobre o Córrego Samambaia, que vai ligar a Rua 4 direto à Estrada Parque Taguatinga-Guará (EPTG). O monumento de 82 metros de extensão e 13,2 metros de largura está orçado em, aproximadamente, R$ 2,3 milhões, com previsão de entrega à população em dezembro deste ano.

Obra de Arte Especial 3 – Está em processo de licitação a contratação de empresa responsável por construir a ponte na via de ligação entre as ruas 1 e 3 B. O monumento, orçado em aproximadamente R$ 6 milhões, terá 180 metros de extensão e 13,2 metros de largura.

Fonte : Correio Brasiliense / Agência Brasilia

Este site saiu às ruas de Vicente Pires  onde essas obras estão sendo executadas, e pode notar a satisfação  das pessoas em relação às obras . De forma unânime  , a população atribui ao Senhor Administrador da cidade, Daniel de Castro a possibilidade de tais obras poderem estar sendo relizadas na cidade ,dada a sua proximidade e capacidade de gestão junto ao Palácio do Buriti Essas obras , quando terminadas trarão, sem sombra de dúvida, melhor qualidade de vida e avanços no comercio local.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here