sexta-feira, 19 julho 2024
- Publicidade -
HomeBrasilWeintraub troca Educação pelo Banco Mundial

Weintraub troca Educação pelo Banco Mundial

Date:

Related stories

Conselho vota indicação de faixa de pedestre a Patrimônio Cultural Imaterial

Decisão sobre reconhecimento será tomada nesta sexta (19), às...

Sancionada Lei que cria os Conselhos de Juventude do DF

A Lei 7.529/2024, sancionada pelo GDF, foi apresentada pela...

Israel aprova resolução contra criação de Estado palestino

Texto obteve 68 votos a favor, em um Parlamento...

Haddad antecipa anúncio e diz que governo vai congelar R$ 15 bi em despesas

“São R$ 3,8 bilhões de contingenciamento e R$ 11,2...
spot_img

Em vídeo publicado nas redes sociais, nesta quinta-feira (18), Abraham Weintraub anunciou
sua saída do cargo de ministro da Educação, que ocupava desde abril de 2019. Na gravação,
ele aparece ao lado do presidente Jair Bolsonaro. Economista, ele assumirá um cargo de
diretor no Banco Mundial, que tem sede em Washington, nos Estados Unidos.
“Sim, dessa vez é verdade. Eu to saindo do MEC [Ministério da Educação], vou começar a
transição agora e, nos próximos dias, passo o bastão para o ministro que vai ficar no meu
lugar, interino ou defnitivo”, afirmou Weintraub.
“Não quero discutir os motivos da minha saída, não cabe. O importante é dizer que recebi o
convite para ser diretor de um banco, eu já fui diretor de um banco no passado, volto ao
mesmo cargo, porém, no Banco Mundial. O presidente já referendou. Com isso, eu, a minha
esposa, os nossos filhos, e até a nossa cachorrinha, Capitu, a gente vai ter a segurança
que hoje me está deixando preocupado”, acrescentou.
O agora ex-ministro disse que seguirá apoiando o presidente da República e que compartilha
dos mesmos valores, citando família, liberdade, franqueza e patriotismo. Após o anúncio de
Weintraub, Jair Bolsonaro declarou que o “momento é difícil”, mas que mantém os mesmos
compromissos assumidos durante a campanha.
“É um momento difícil. Todos os meus compromissos de campanha continuam em pé, e busco
implementá-los da melhor maneira possível. Todos que estão nos ouvindo agora são maiores
de idade e sabem o que o Brasil está passando, e o momento é de confiança. Jamais
deixaremos de lutar por liberdade”, afirmou.
O governo ainda não confirmou quem assumirá o MEC no lugar de Abraham Weintraub.
(Agência Brasil)

Assine

- Nunca perca uma história com notificações

- Obtenha acesso total ao nosso conteúdo premium

- Navegue gratuitamente em até 5 dispositivos ao mesmo tempo

Últimas notícias

-Publicidade -spot_img

1 COMMENT

  1. Eles perseguem assim o Bolsonaro porque ele é um coitado; queria ver eles perseguirem assim o Ernesto Geisel ou o Médice..!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here